sábado, 30 de julho de 2016

É BOM PARTILHAR CONHECIMENTO QUE OFEREÇA QUALIDADE DE VIDA!

Sinto que é muito bom partilhar coisas e aprendizado com outras pessoas. Eu percebo em mim que, à medida que partilho meus conhecimentos e minhas vivências, sinto prazer em poder ajudar e sentir que posso fazer alguma diferença na qualidade de vida das pessoas ao longo de minha caminhada terrena. E quanto mais aprendo mais me “vicio” em aprender. Existem determinados assuntos que nos prende mais a atenção, não é mesmo? E é exatamente nestes temas que devemos nos concentrar em aprender, ler mais sobre o (s) assunto(s) escolhido (s), buscar mais fontes que complementem a leitura. Ou mesmo aprender uma técnica nova que dinamize o trabalho. Enfim, transformar convicções enfraquecedoras em fortalecedoras.

Todas as mudanças são criadas em um momento. Acontece que, muitos de nós esperamos até termos absoluta certeza de que queremos aquilo, para então entrar em ação. É arriscado, e, por vezes, o momento passa...

A ideia de mudança, culturalmente falando, é ainda temida por nós. Temos o costume de vincularmos dor, medo à ideia de mudança. Se realmente compreendêssemos como o cérebro funciona, perceberíamos o quanto poderemos aprender e fazer tudo o que quisermos, uma vez que possuímos o conhecimento e o autocontrole e autoconfiança para planejarmos e colocarmos em prática. Sei que é difícil, mas não impossível.

O cérebro humano possui capacidades infinitas que nem mesmo os maiores cientistas conseguem desvendá-los. Contudo, não podemos ficar inertes, paralisados diante da limitação de conhecimentos que temos. Podemos fazer sempre um pouco mais...

Tente e experimente a gostosa sensação de aprender mais qualquer ofício, empenhando-se na busca pelo conhecimento, pela prática constante e começar a partilhar de suas experiências com as pessoas que os cercam. Todos terão qualidade de vida satisfatória, uma vez que a coletividade está emprenhada e comprometida na superação dos medos, caminhando para o sucesso com amor e muita, muita motivação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário