terça-feira, 29 de março de 2016

MOTIVAÇÃO E ESPIRITUALIDADE

Todos os dias recebemos uma gama de notícias (boas e ruins), mais e mais tarefas em nosso trabalho (domiciliar ou em ambiente externo) e, muitas vezes, não nos damos conta dos efeitos que eles causam em nós. Os meios de comunicação nos massificam com perdas, desastres, corrupção, dissabores, enquanto que momentos bons, edificantes, de calmaria e tranquilidade ficam por último.

Sem nos darmos conta, nós absorvemos em nosso íntimo, deixando-nos alimentar e guiar por aflições, estresse, ansiedade, em uma descida “sem freios” rumo à desesperança.

Faz-se mister reconhecer estas “ervas daninhas” da tristeza, da sensação de que “nada vale a pena”, das desilusões  partirmos para dar outro panorama em nossas vidas.

O homem sempre buscou a espiritualidade. Independente da crença religiosa, ele se volta para o infinito, para o Absoluto, para o Ser superior, o Criador, Deus. Seja qual denominação que os povos dão, eles sempre procuram o equilíbrio para além da matéria. Creio que seja de extrema importância termos uma crença religiosa. A espiritualidade é alcançada por meio de uma meditação e esperança no Criador, que tudo vê, que criou o universo e todos nós.

A espiritualidade nos faz galgar degraus maiores. Ela traz equilíbrio no dia-a-dia, fortaleza, senso de pertença e compromisso em transformar sonhos em realidade.

Quando nos abrimos à vida espiritual, ela nos faz reconhecer o valor que temos e o impacto daquilo que fazemos, estabelecendo uma conexão forte e segura conosco e com os que nos cercam.

A espiritualidade nos faz corajosos a enfrentar o medo, a insegurança, s temores e traumas que fazem questão de nos acompanhar vida afora. Reconhecer que precisamos da vida espiritual é o primeiro passo para a motivação e libertação.

Valorizar e almejar ter espiritualidade faz-nos “navegar por águas mais profundas”, motivando-nos a seguir em frente rumo ao horizonte, rumo à felicidade.

Caro amigo, a vida espiritual é condição primeira para o equilíbrio, para nos conscientizarmos de que tudo concorre para o bem daqueles que buscam bons projetos, boas realizações, boas causas.

Somos pessoas “do bem”. Façamos jus a isto. Sucesso e até sempre!

2 comentários:

  1. Precisamos mesmo parar um pouco na correria do dia
    para cultivarmos a espiritualidade dentro de nós.
    Foi muito bom parar por aqui um pouco.

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Beth. Precisamos deste "refrigério" sempre em nossas vidas. Mais uma vez agradeço a divulgação do blog e do livro que você faz. Motivação é sempre bom nas vidas de todos nós, para exercermos liderança em nós mesmos e no trabalho em equipe!

    ResponderExcluir