sábado, 7 de dezembro de 2013

SOMOS BELÍSSIMAS OBRAS DE ARTE!


Ao apreciarmos uma bela escultura, nos perguntamos: Que dom este artista teve em retratar eternamente esta belíssima imagem! Como de uma pedra bruta (na história podemos constatar mármore, por Michelangelo) foi surgindo esta imagem tão bela, imponente e vistosa aos nossos olhos? Grandes escultores, como Rodin, Michelangelo e outros artistas verdadeiramente inspirados, imortalizaram suas arte através dos séculos.

Hoje fazemos memória a estes artistas e tantos outros que motivaram e ainda motivam artistas e a nós (por que não?) a recriarmos, a sermos protagonistas do trabalho e de nossa vida pessoal. Podemos nos imaginar como escultores de nossa existência, a cada dia lapidando e sendo lapidados divinamente, em busca de uma vida equilibrada, plena de amor, do “fogo ardente” da fé e da motivação. Somos todos “alunos” de uma mesma escola: a vida.

E é durante nossa vida, que vamos adquirindo experiências (boas ou ruins), individuais e coletivas; saberes que, somente pela vivência, poderemos absorver e esculpir dentro de nós, estes “traços” que marcam as “dobras”, os “contornos” de nosso existir, até atingirmos a consciência da completa obra de arte de nosso Criador: nós mesmos!

Somos feitos de corpo e alma, coração e mente, para “saborearmos”, com equilíbrio, os fatos e acontecimentos que surgem, a cada dia, em nossas vidas.

Toda a vivência vai nos moldando, como esculturas vivas, com olhos, sentimentos, pensamentos e ações; tudo para um mundo mais humano, uma vida melhor!

Até sempre, “esculturas” amigas de minha jornada!

 

 

2 comentários:

  1. Cada ser humano é um ser único , inigualável

    ResponderExcluir
  2. Somos únicos no mundo; verdadeiras obras de arte, à semelhança do Criador.

    ResponderExcluir