sexta-feira, 4 de outubro de 2013

A VIDA ESCONDE NOS LUGARES MAIS SIMPLES SUA GRANDE BELEZA


Existe uma relação estreita entre a mente e o que pensamos ou agimos, bem como uma relação com nosso comportamento a cada momento e as condições em que nos encontramos. Quando falamos em mente, ela refere-se a algo subjetivo, a sensações positivas ou negativas que fluem em cada fase de nossas vidas. 

Em sua essência, a mente tem duas funções distintas: o consciente e o subconsciente. O consciente é o lado racional, seletivo, analítico, objetivo e dedutivo. Por outro lado, o subconsciente é subjetivo, impessoal, sem ordem cronológica dos fatos e sem distinção do que é real ou imaginário.

Quando temos uma ideia ou imaginamos algo e colocamos em prática (seja no papel seja em ações), a nossa mente e todo nosso corpo passam a sentir o impulso do processo de criação, de realização, de emoção, de ânimo e  motivação. Sentimo-nos fortes, vivazes, com atitudes eficazes, semeando alegria e colhendo frutos de realização a seu tempo.

Portanto, devemos gerenciar nossa mente para que ela possa produzir bons frutos a todo o tempo, independente da época em que nos encontramos. A motivação deve sempre estar alinhada aos nossos valores, crenças e autoestima. A persistência juntamente com a paciência é fundamental para o completo bem estar que verdadeiramente almejamos para deixarmos fluir a emoção, assim como o sangue flui dentro das artérias e veias, fazendo o seu trajeto gracioso, quente e sublime.

2 comentários:

  1. O perfeito equilibrio entre corpo e mente é o que todos nós almejamos.

    ResponderExcluir
  2. Deveria ser alta prioridade para nós, para atingirmos a maturidade da fé, do autoconhecimento, rumo a sucesso pessoal e profissional.

    ResponderExcluir